segunda-feira, 16 de junho de 2008

PAZ AMERICANA


Segundo a organização não governamental REPRIEVE, não existe apenas uma GUANTANAMO, mas sim 17 GUANTANAMOS: com prisioneiros encerrados não em uma base naval em ilha, mas, sim em 17 navios de guerra espalhados pelo mundo. A denúncia formulada pela ONG, segundo a qual navios da Marinha de Guerra dos EUA seriam utilizados como prisões para deter, interrogar sob tortura e deslocar pelo mundo uma parte dos prisioneiros capturados durante a "guerra ao terror". O Pentágono desmentiu imediatamente o relatório.
A utilização de navios prisão teria começado no fim de 2001 (no princípio da campanha contra o Afeganistão dos talibans). O relatório da REPRIEVE será publicado nos próximos dias mas foi antecipado pelo jornal britânico Guardian.

2 comentários:

Claudio disse...

Meu Caro Claudio Carneiro

Vim ao seu blog para alimentar-me de ideologia e de informação pertinente e fornecida com riqueza no trato com o vernáculo e com a mais respeitavel cultura dentre nós angrenses.

Os apedeutas, os lorpas e os pascácios que pululam às tontas pela Rua do Comércio e até mesmo em gabinetes refrigerados não o entendem, não nos entendem, e é graças a Deus!!

Já pensou o prejuízo, se nos compreendessem? Não teríamos mais de quem mal falar!

No entanto, aproveito o espaço para falar não dos ignóbeis americanos filhos da bush - bull shit!!! - mas de outros bárbaros que começam a expor as garras da estupidez e do acumpliciamento imoral frente à sociedade indefesa porque desgovernada!!

O episódio dos três jovens assassinados pela ofendida tropa do exército (assim mesmo com letra minúscula de merda!!) é a prova de que o desmando é total.

Quem mandou o exército ocupar o Morro da Providência?

Quem mandou o exército levar bandidos de uma favela para outra rival?

Quem proibe o exército de cuidar de fronteiras internacionais doadas a índios?

Quem? Quem está deliberadamente invertendo mais uma vez o papel das forças armadas? Quem está fazendo com que as forças armadas, que têm o dever constitucional de defender a constituição, a ordem física e territorial do Brasil, vá dar garantias à favela do Morro da Providência, papelão subalterno que deveria ser cumprido pelo poder público estadual através de suas polícias?

Quem está interessado em ver as forças armadas cada vez mais acumpliciadas e associadas ao tráfico de armas e entorpecentes, como as mais desmoralizadas polícias tupiniquins, no melhor estilo dos cartéis bolivianos das drogas?

Arre, égua!!

O Morro da Providência, assim como o Morro da Mineira, assim como todas as comunidades carentes do nosso pobre país, precisam de escolas, de educação, de cultura, de investimentos em dignidade e não de polícias ou exércitos macomunados com os opressores da droga, das milícias e dos políticos corruptos!

Estou chegando à conclusão que você está certo que o Brasil precisa de uma REVOLUÇÃO!! URGENTE!! Está tudo virado no capeta!! De cabeça para baixo!!

Abraço,

Claudio Gonzaga

resistência disse...

Ter a honra e o prazer de contar com suas opiniões em meu humilde espaço é para mim, antes de tudo, um imenso sentimento de orgulho.
Sabe Gonzaga, o que mais me entristece é saber que muitos dos que nos odeiam, fazem-no por ignorância. Pois, se tivessem o mínino que Darcy e Brizola queriam dar ao povo brasileiro, certamente teriam respeito e agradecimento pela nossa luta.
Abraço de quem te admira profundamente!