segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

MORRE BOB FISCHER


Morreu na última sexta-feira o enxadrista BOB FISCHER.
Ele fez época quando derrotou em 1972, na Finlândia, o então campeão SPASSKÝ, que era considerado o maior jogador de xadrez de seu tempo.
Os soviéticos tiveram em quase todo o século XX a hegemonia no xadrez, somente sendo superado pelo superdotado BOB FISCHER, o garoto prodígio americano.
FISCHER virou garoto de propaganda da Guerra-Fria, exaltado pelos nacionalistas americanos como a prova da superioridade da inteligência do povo americano sobre o povo soviético; FISCHER logo foi tratado como traidor da pátria pelas autoridades americanas, pela simples desobediência de cruzar a Cortina de Ferro para jogar várias partidas de xadrez na Iugoslávia com SPASSKÝ; partidas que FICHER venceu todas.
Após uma perseguição autoritária por parte do governo americano, BOB FISCHER tornou-se um fervoroso anti-semita e antiimperialista.
Sua última manifestação contra o imperialismo americano foi exatamente no dia do atentado de 11 de setembro de 2001, quando em uma entrevista na Finlândia disparou: “Morte aos Estados Unidos! Que os Estados Unidos se danem! Que os judeus se danem! Os judeus são criminosos, são os maiores mentirosos e desprezíveis. Eles têm o que merecem. Hoje é um dia maravilhoso!”
FISCHER foi o maior enxadrista de todos os tempos, mas politicamente incorreto.

3 comentários:

Anônimo disse...

MORREU UM DOS MELHORES JOGADORES DA GERRA HUMANA POIS O XADREZ É UMA BATALHA DO SER CONTRA O MUNDO QUE O CERCA. E ELE FEZ BRILHANTEMENTE O SEU PAPEL , E NAO PODEMOS O CULPAR POR SIMPLESMENTE TENTAR ESCAPAR DESTE INSIGNIFICANTE MUNDO AO QUAL VIVEMOS .ALGUNS ESCUTAM MÚSICA PINTAM DANÇAM E ALGUNS GRITAM PARA O MUNDO EU SOU MELHOR QUE VOCE JOGANDO XADREZ.....

Fábio disse...

Bob tinha seu posicionamento politico,isto uma virtude de poucos,criticando o povo escolido posição esta verdadeira,criam uma carapuça para se esconderem.Vida eterna para bob e o xadrez.

Zekzander disse...

Sou um péssimo jogador de xadrez, mas amo o jogo e me divirto muito perdendo... Aprendi o pouco que sei com o livro genial "Bobby Fischer Ensina Xadrez".