sexta-feira, 13 de maio de 2011

POLITICAMENTE INCORRETO


Darcy Ribeiro dizia que o povo brasileiro é a mais nova etnia do planeta, composto por três matrizes: européia, indígena e africana. Ernesto Guevara de La Serna dizia que abaixo do Rio Bravo (fronteira do México com os EUA) somos um único povo, com uma única cultura tão plural que não existe em qualquer outra parte do mundo.
Em nenhum momento esses geniais utilizaram a palavra “raça”. Raça não existe, quem criou esse termos foram os racistas, o que existe são etnias espalhadas por todos os cantos do planeta Terra, que foram se adaptando ao clima de cada localidade, como bem explicou Charles Darwin no Livro Origens das Espécies.
Angra dos Reis que insiste em estar na contramão da história, as inscrições no busto de Zumbi diz que ele foi “líder negro de todas as raças”.
Zumbi dos Palmares foi e será para sempre um herói do povo brasileiro. No Quilombo dos Palmares não viviam apenas pessoas de etnia africana, lá habitavam em liberdade indígenas e brancos perseguidos pelo governo colonial.
Não preciso trazer na pele a mesma cor de Zumbi para me sentir orgulhoso de ser do seu povo, porque minha alma é negra, indígena e branca também.

14 comentários:

Adriano Abbud disse...

Foi uma dos comentários mais inteligentes, que já pude ler em um blog amgrense, desde que passei a acompanhar alguns. Parabéns! Concordo com você. Um abraço.

Anônimo disse...

Certíssimo! Aliás Angra dos Reis vai na contramão de muita coisa, além das raças e etnias, como por exemplo a sujeira de seu povo, como bem reportado no RJTV de hoje! Povo sujo, porco, racista, preconceituoso, vai na contramão da História, da Geografia, da Beleza, da Ética, em suma, uma vergonha!

Anônimo disse...

Verba para oo centro de mendigos!!!!180.000,00 onde é gasto???No Ap da secretária e da celina que mora no seu condomínio!!!!Vá visitá-la está dodoi!!EHEHEHEHHEEH

Comunidade Caiçara do Saco do Céu - Ilha Grande disse...

Ótimo post, muito inteligente, parabéns!

Maria Margarida Ferreira disse...

Primeiramrnte quero resaltar que essa imagem do lider negro zumbi dos palmares não de Angra.cabe ainda informa-lo, que termo raça não existe cientificamente ele existe socialmente. E é só neste sentido, isto é, socialmente, que podemos dizer que há raças. Ou seja, o termo raça não deve ser entendido aqui( nesse busto seja qual for a cidade) como um conceito biológico e sim como um termo politico utilizado pelos os movimentos negros.
portanto, Angra não está na contramão. depende dos olhos de quem vê. Sugiro um pouco mais de estudo sobre o tema. O darcy Ribeiro era muito bom, porém muito equivocado sobre as relaçoes raciais é preciso ter um visão crítica ao ler determinados autores.

del disse...

ser negro de alma branca ou branco de alma negra pra vc e exemplo de dignidade não ajuda so nos faz sofre não resgada nossa identidade. se liga seu braquelo!!!!!!

Anônimo disse...

Enquanto os vereadores da oposiçaõ arrebentaram com os lorpas da base do Desgoverno o senhor fica fazendo churrasquinho com o dinheiro que levou do Tuca hein....\\\\\\\\\\\\4444\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\4433556666\544344444444$$$$$ minha identidade.

resistência disse...

Desculpe-me Maria Margarida, mas, se Darcy Ribeiro era um equivocado quem estava certo: Jair Bolsonaro, Roberto Campos ou Lula?

Ao comentário do anônimo das 17:20, respondo com os dizeres do saudoso Jefferson Peres: “A verdade é a maior inimiga dos canalhas”.

Anônimo disse...

respondendo a sua pergunta; Darcy Ribeiro era um Eugenista ssim, como Gilberto Freyre e tantos outros.... Bolssaro é um Imbecil, racista, homofobico e facista. quanto ao Lula;qualquer um que se diz socialista com um pouco de auto critica, saberá reconhecer os seus avanços e os retrocessos de Pais colonial com 500 anos de erros e que ainda vive os resquicios de colonnização.

resistência disse...

Justamente por entender as contradições do capitalismo, que sou crítico ao Governo Lula.
Não vislumbro qualquer progresso em direção ao socialismo no Governo Lula; pelo contrário houve retrocesso inclusive na reforma agrária.

Maria Margarida disse...

Respondendo a sua pergunta. Darcy Ribeiro era Eugenista. Assim como o Gilberto Freyre e tantos outros. O Jair Bolsonaro é um Imbecil, racista, homofobico e facista. Quanto ao Lula;qualquer um que se diz socialista com um pouco de auto critica e bom senso, saberá reconhecer os seus avanços e os retrocessos do seu governo num Pais colonial com 500 anos de erros e que ainda vive os resquícios do Brasil colônia. Esse tá Melhor! Com menos erro.

Maria Margarida disse...

Primeiramente quero ressaltar que essa imagem do líder negro zumbi dos palmares não é da nossa cidade. Cabe ainda informa-lo, que termo raça não existe cientificamente, o termo raça é uma construção sociológica, portando ele só existe socialmente. E é só neste sentido, isto é, socialmente, que podemos dizer que há raças. Ou seja, o termo raça não deve ser entendido aqui (nesse busto seja qual for à cidade) como um conceito biológico e sim como um termo político utilizado pelos os movimentos negros e Cientistas Sociais.
Portanto, Angra não está na contramão da História. Depende dos olhos de quem vê. Sugiro um pouco mais de estudo sobre o tema. O Darcy Ribeiro era muito bom, porém muito equivocado sobre as relações raciais é preciso ter um visão crítica ao ler determinados autores.

Maria Margarida disse...

O Termo raça é compreendido enquanto uma construção sociológica e diariamente utilizado pelos atores sociais e que tem passado por inúmeras formas de significação e re-significação, desde o seu surgimento, de acordo com o processo histórico e o contexto sócio-cultural no qual ocorre tal construção. Portanto, esse é um conceito livre de qualquer conotação biológica e que é reapropriado política e culturalmente pelo Movimento Negro enquanto uma categoria de interpretação da realidade social.

Maria Margarida Ferreira disse...

Será! será que se vc entendesse realmente as contradições do capitalismo teria escrito o que escreveu?
pela Ninguém está discutindo socialismo ou governo. embora tenha sido no governo dele que tivemos mais avanços nas discussões etnico/raciais no Brasil. Mas não devemos confudir crítica com preconceito e, criticar por criticar não leva a lugar algum. temos é que apresentar propostas, diretrizes... se for para gastar energia que seja com algo que valha realmente a pena.não vale a pena ficar gastando energia. (Carlos Moore)