quinta-feira, 4 de junho de 2009

TRE-SP CASSA MAIS UM


O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo manteve a cassação dos registros de candidatura do prefeito e vice-prefeito eleitos em 2008 em Araras nesta terça-feira, Pedro Eliseu Filho e Agnaldo Píspico, Ambos eleitos pelo DEM.
Por maioria de votos, os desembargadores entenderam que houve abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. A decisão manteve ainda a decretação de inelegibilidade por três anos imposta pelo juiz eleitoral de primeira instância.
A discussão dos desembargadores paulistas envolveu matérias publicadas pelo Jornal Já, em 2008, sobre o então vice-prefeito da cidade, Francisco Nucci Neto (PMDB), candidato a prefeito nas eleições daquele ano. De acordo com o julgamento, as seguidas publicações tiveram potencialidade para influenciar no resultado da eleição. Os juízes ressaltaram o vínculo existente entre as famílias dos representantes do jornal e do prefeito eleito, Eliseu Filho.
O desembargador relator do processo Walter Guilherme, afirmou que “as edições ostentam, quase na sua totalidade, ataques pessoais com palavras de baixo calão e acusações lançadas sem compromisso informativo, num inegável tom de campanha eleitoral a favor da candidatura de Pedro Eliseu Filho e contra a candidatura de Francisco Nucci Neto”. Para analisar a potencialidade dos fatos, o desembargador examinou a abrangência do periódico no município. “Entre os anos de 2005 e 2006, ele foi o órgão de imprensa responsável pela veiculação e publicação dos atos oficiais do Poder Executivo Municipal, o que corrobora a assertiva de que o jornal tem ampla divulgação entre os munícipes”, atestou o desembargador Walter Guilherme.
Eliseu Filho foi eleito em 2008 com 38.770 votos. Araras fica na região centro-oeste do Estado.
Em nossa sofrida Angra dos Reis os processos mais importantes e com provas incontestáveis, nem sequer chegaram a fase de instrução. A morosidade de obra de igreja católica é irritante e só favorece o BONECO DE VENTRÍLOQUO que continua no poder contra a vontade popular

4 comentários:

Anônimo disse...

Olha , estou começando a pensar que só aqui a lei não funciona ou estão todos comprados, deixo aqui uma sugestão; pensam na possibilidade de abrir processo "Ação Popular" no Supremo Tribunal contra o Estado que deixou que chegassem a este ponto, os poderes se misturaram, todos estão comprometidos, e assim o nosso destino e de nossos filhos e netos, é inevitávelmente trágico. que se invoque a Constituição se for necessário.

PDT Angra disse...

Olá Claudião, gostaria de solicitar a inclusão de um novo blog em sua lista de links, é o PDTANGRA12@BLOGSPOT.COM , estamos em construção, em breve disponibilizaremos links de outros blogs e uma seção para artigos de nossos filiados.

Anônimo disse...

O que se pode fazer sobre esses absurdos?

http://transparenciaangra.blogspot.com/2009/06/equipetuca-na-educacao-desperdicio.htmldesperdicio.html

Isso é claro que é para desviar dinheiro para mais campanhas não é?

Ajudem Angra.

Anônimo disse...

FRAUDE NO FESTIVAL DE MÙSICA:

Li um comentário num blog que me deixou de quixo caído e muito chateada, falam sobre uma suposta "Fraude no Festival de Música" de Angra dos Reis, que o Mário dos Anjos teria entregue a alguns amiguinhos um CD com as músicas concorrentes antes do festival, como se os "amigos" tivessem acesso ao GABARITO DA PROVA entende? isso se for verdade os artístas não podem deixar passar em branco, mesmo os que se beneficiaram deveriam denunciar, na arte não pode haver esse tipo de coisa e acaba com um evento que é muito bonito. Por favor né Mário isso NÂO PODE, será que vai querer dividir o prêmio?

Amelinha de Castro - centro